Manifestações de luta classista

    Nós Policiais Militares, ainda nos dias de hoje, somos regidos pela legislação militar, conforme consta em nossa constituição Federal, onde entre outras restrições saliento a de não podermos ter o nosso próprio sindicato, somente nos é permitido agruparmos em associações de classe ainda que dividida em categorias, de Praças e Oficiais na BM e assim nós nos diferenciamos de outras categorias do serviço publico e perdemos muitas vezes a força de pressão (pela falta da sindicalização) sobre os governos, no que tange aos nossos direitos.

    Lembro bem que em 1997 fizemos uma paralisação na Brigada Militar, onde chamamos de assembleia permanente, nos reunimos nas associações e com coragem fizemos o que para muitos até hoje foi o divisor de águas entre a submissão e a dignidade, tudo pelo aumento que o governo havia nos dado através de uma lei votada pela assembleia legislativa e para nosso espanto, com a alegação que estaria ferindo a lei responsabilidade fiscal, nos negou o nosso direito, ensejando com isto milhares de ações judiciais, onerando ainda mais o Estado com juros e ganhos de parte dos advogados contratados, além de saturar o judiciário, já sobre carregado de ações, dando um acréscimo imenso nos grandes montantes de precatórios e RPVs, que ainda após 18 anos faltam muitos para pagar, uma vez que todos tiveram seus direitos devolvidos por vias judiciais.

    E agora em 2015, após o governo nos dar um aumento parcelado até 2018, aumento aprovado pelos Deputados, vem novamente o governo, negar seu cumprimento e elaborar uma lei que em seu bojo contem mecanismos para justificar o não pagamento. fazendo com que  este mesmo governo venha a  negar   e deixar de cumprir  o seu dever  como administrador , e o mais  grave  tenta  jogar a sociedade contra  a segurança publica ao fazer referencias  ao fato que  terá que deixar  de repassar  recursos  a outras secretarias como  a da  saúde ,educação e outras.

    Conseguiu o Governo que todos os servidores da segurança publicam se unissem amparados pelos seus, sindicatos, associações de classe, associações independentes, enfim foi criado um problema para o executivo e para os Deputados, uma vez que os mesmos é que iram ou não aprovar estas leis, que nos tiram direitos e se forem aprovadas, esta colocada a possibilidade do RS ter mais uma manifestação de proporções imensas, maior que a de 1997, culminando em uma greve da segurança.

    Porque não colocar este governo em pratica antes outras medidas que seriam mais eficientes para a recuperação financeira do estado não quero crer que foi por maldade, já que o exemplo do ocorrido em 1997, após ser negado o aumento concedido ainda é recente e as manifestações da época continuam fortes na memória, tanto do efetivo ativo como dos inativos de todo o Estado e com certeza dos governantes.

   Somos sabedores como todos os gaúchos da situação do RS, vejo que temos um grande caminho, pela frente e não será retirando direitos de quem menos recebe no Estado que fará o RS voltar a ser o Estado que nos orgulhou por muitos anos e graças ao fracasso administrativo de políticos que o governaram chegou nesta situação, não vejo vontade própria de nem um Policial em ter que parar de trabalhar para reivindicar seus direitos, mas também tenho certeza que se for para o confronto  com certeza lutaram com bravura e quem perderá será a sociedade, o governo e todos nós os servidores, já que jamais vamos ser derrotados desta forma sem luta, sem manifestação, sem caminhadas, sem pedidos de apoio, enfim, nossa primeira arma são o dialogo e a negociação, o que vem depois somente o futuro nos mostrará.

    Repudiamos os aproveitadores que sempre nos usaram como massa de manobra e fizeram de nossa classe, uma categoria despolitizada uma classe refém da vontade deste que se acham os donos do RS, mas esta na hora de não somente cantarmos (esta terra tem dono) e sim mostrarmos quem são os gaúchos que se orgulham da nossa Corporação e deste Estado maravilhoso que é o nosso Rio Grande do Sul.

 

 

 

 

Zibetti Ten RA

Passo Fundo

Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks

URL curta: http://www.abcdaseguranca.org.br/?p=7090

Publicado por em ago 24 2015. Arquivado em ARTIGOS & COLUNAS, Jorn 234, Ten Zibetti. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Comentários e pings estão desabilitados.

Os comentários estão desabilitados!

Imagens

120x600 ad code [Inner pages]
Por Laboratorio Web