Comissário Abreu: expressão deliderança regional da PC/RS

 

Comissário Abreu o trabalho policial  de excelência do vocacionado de Vacaria

 

12325432_552143324972352_356124381_nBrilha nos Campos de Cima da Serra uma estrela no firmamento do universo policial daquela região. É o Comissário de polícia Carlos Pinto de Abreu, nascido em 24 de junho de 1971, na cidade de Vacaria/RS. Filho de João Jovedino Vargas de Abreu, lenheiro e de Terezinha Almeida Pinto de Abreu, do lar, tem como familiares no serviço policial gaúcho Vilmar Araldi, tenente coronel da BM – reserva. (primo). Suelen Oliveira de Abreu, papiloscopista chefe do posto de identificação do a IGP de Vacaria. (esposa).
Sua referencia familiar expressa-se em união e respeito. Decidindo tudo em grupo, com respeito aos pais. Viveu sua infância em sua cidade natal, com uma infância alegre, onde seu brinquedo de primeira lembrança, se corresponde a seu universo profissional, na brincadeira de polícia e ladrão.
Frequentou seu 1° grau na Escola Municipal Coronel Avelino e Escola Estadual José Fernandes de Oliveira e Padre Pacifico e o 2º grau na Escola Estadual José Fernandes de Oliveira.
Falando sobre irmãos, lembra que o é comerciante e a irmã é bacharel em direito trabalhando no setor dos recursos humanos de uma grande empresa de vacaria.

 

Abreu começou cedo a ter atividade laboral. Já aos 14 anos trabalhava em um mercado da sua Vacaria. Sempre que trabalhou, manteve sua meta principal, o estudava. E tinha seu foco, desde a brincadeira de polícia e ladrão, talvez a partir daí, prestou concurso nas duas polícias do Estado gaúcho.
Incluiu primeiro na Brigada Militar e depois continuou carreira na Polícia Civil entendendo como uma vocação sua destinação a ser policial. Lembrando que um primo já citado por ele era oficial da Brigada Militar. Sendo que da família sempre recebeu apoio para essa opção profissional.
Adentrou à Brigada Militar, através do 12º BPM, de Caxias do Sul, onde fez o curso de formação e trabalhou por nove meses, com piloto de motocicleta. Lembrando ser o comandante do batalhão o TC Guerra.
Casou-se com Suelen Oliveira de Abreu em 13 de agosto de 2010. Seus filhos são Rhicieri Vida de Abreu, 19 anos de idade e Caio Oliveira de Abreu, com cinco anos. Seu conceito de vida familiar vem do que apreendeu com a própria família, já expresso acima e que ele sintetiza: “com carinho e respeito”.
Além das atividades inerentes ao trabalho policiai militar, de quando servia na Brigada Militar, o Comissário de polícia João Carlos Pinto de Abreu, exerceu as funções de: Chefe do serviço de inteligência policial e análise criminal e na Delegacia de polícia regional de vacaria
Seguem anexos suas listas de cursos, devidamente especificados, bem como os dados de suas promoções, movimentações funcionais e louvores, além dos trabalhos midiáticos e comunitários que tem como rotina fazer acontecer, com muita criatividade.
Deve ser destacada seu princípio pessoal de fomentar a integração de todos atores sociais, em especiais de organizações e entidades voltadas à segurança, em especial a Brigada Militar, de onde é originário.
Ele mesmo, já tem uma narrativa da fase mais voltada à ação profissional, que abaixo, transcrevemos:

Com-Abreu-7-b

PDF CURSOS :CURSOS

PDF PROMOÇÕES: PROMOÇÕES

Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks

URL curta: http://www.abcdaseguranca.org.br/?p=7562

Publicado por em abr 30 2016. Arquivado em 1. Brigadianos, 4. Serv da PC/RS, HISTÓRIAS DE VIDA, Jorn 238. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Comentários e pings estão desabilitados.

Os comentários estão desabilitados!

Imagens

120x600 ad code [Inner pages]
Por Laboratorio Web