Arquivos para a Categoria: Contos

Poesia e Poema não são sinônimos

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013. POESIA é a celebração da palavra num andamento diferenciado do que utilizamos para a comunicação no dia-a-dia. Música que surge através do jogo de vocábulos numa encantada linguagem. Poesia é essa pronunciação rítmica que as palavras produzem. Poetizar é a vivificação da beleza linguística, a utilização da palavra […]

Contos do Livro Tupanciretã – tempo de (in)confidências

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013. JOGO DO BIXO  Aqui o José Carlos coloca na cena o famoso Tio Adão, gaiteiro dos Buenos e especialista na famosa fezinha no jogo do bicho, quase uma ciência: – Já vai… Já vai… Diz a Tia Morena para o tio Adão e este, ansioso diz: – Apura […]

Fio Dental

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013. O Comandante da Brigada Militar local estava se despedindo, pois fora transferido para Porto Alegre. A Prefeitura, representando a Comunidade, resolveu homenagear o ex – Comandante com um churrasco, face os bons serviços prestados pelo policial. Na mesa principal, das autoridades, lá estava o nosso vereador representando o […]

Escuridão no Trem

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013. O trem seguia seu destino parando nas estações da estrada de ferro. Já era noite. Sentia-se o cheiro da relva. Trem misterioso. Noite afora, noite adentro. O cobrador vinha recolher os bilhetes de cigarro na boca. Parecia que ia queimar a passagem, quando dava uma chupada para fazer […]

A Homenagem

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013. Um certo oficial conhecido principalmente pelo arraigado rigor com que se dedica ao militarismo, sem que isso desprestigie a excelente pessoa humana e profissional que é, no dia 10 de junho, dia da Atilharia, cujo pagronoé o Marechal Malet, encontrou-se com um colega de turma e conversaram sobre a vida funcional e amenidades. Num […]

Quando pais pedem para dar um susto no filho

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013. Passei anos tentando entender o significado da seguinte solicitação: – policial, por favor, tenho um filho de 12 anos, que não me obedece mais, não faz os temas, não lava a louça, sai na hora que quer e só retorna à noite, mata aula, fica pelas esquinas com amigos que […]

As Carolas

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013. Se observarmos atentamente a saída de uma missa de domingo pode-se reparar que de suas portas saem todos os tipos possíveis de fiéis. Papa óstias que fazem questão de colocar seus nomes nos bancos da capela, viúvas novas e outras nem tanto, jovens e principalmente as Carolas. Estas então são facilmente reconhecíveis, […]

Desse nosso patriotismo

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013 Na Semana da Pátria, nossas bandeiras quase não apareceram. O pavilhão nacional não veio às ruas. Nem às casas. Nem a muitos prédios públicos. Elas, as bandeiras verd’amarelo,branco e azul anil, só aparecerão, ainda que transformadas em souvenires e distorções, no Estádio Mané Garrincha. Porque tem jogo da seleção. E […]

Monólogo de um velho espírito moribundo

Publicado no jcb n° 218, Setembro de 2013 Escritores Policiais – Hoje eu durmo até às dez horas da manhã. Mas fazer o que acordado? Como massa ‘nissim’ de sabor galinha caipira, no almoço e na janta. Não faço exames clínicos para não me aborrecer. Os médicos são todos uns bundões! Nos fundos de minha […]

Considerações Necessárias – Brigada em cena

Publicado no jcb n°218, Setembro de 2013 A cada dia que passa se vê junto ao efetivo o descontentamento e a desmotivação, quer seja pelas questões salariais (o que não está sendo analisada aqui), ou pelas condições de trabalho. O servidor que é proerdiano vem de uma diferenciação em seu próprio íntimo, que é o […]

Imagens

120x600 ad code [Inner pages]
Por Laboratorio Web