Arquivos para a Categoria: Cel Menezes

O cavalo Tubiano

Publicado no jcb 224, Maio de 2014. A origem do cavalo malhado americano, data de 1519, quando o explorador espanhol Herman Côrtes trouxe para o continente americano uma tropa composta de 16 cavalos de guerra, entre os quais havia um branco com malhas escuras no ventre. Do cruzamento deste garanhão malhado com os nativos “mustangs” […]

A Prole do Corvo

Publicado no jcb 223, Abril de 2014. LUIZ ANTONIO DE ASSIS BRASIL é gaúcho de Porto Alegre, passou a infância e a adolescência em Estrela, zona de colonização germânica. De volta a Porto Alegre, estudou com os padres jesuítas e seguiu Direito, formando-se em 1970. Durante os estudos e mesmo depois, atuou na Orquestra Sinfônica […]

Salvo conduto – conto

Publicado no jcb 222, Março de 2014. “Declaro , a quem interessar possa, que o portador deste tem autorização de livre andar, pois trata-se de cidadão de bem, homem de paz e não professa ideologia contrária ao nosso governo.” Assina Ramirez Pinto, sub-delegado de Santo Inácio. Em silêncio, o policial leu o documento, que lhe […]

Um poema para o Ministro Presidente do Supremo

Publicado no jcb 221, Janeiro de 2014. Ora pois,Joaquim Barbosa ousai vós despir o rei?? Não sabeis de seus vassalos seus capangas seus lacaios? O rei tem a corte a dizer sim todos, todos lhe são gratos todos eles lhe são dóceis todos lhe são submissos não ouseis despi-lo assim na frente de seus sicários. […]

A BM e a região Central do Estado.

Publicado no jcb 220, Dezembro de 2013. Todos estes contos do livro   Carlito Moraes Depois da revolução de 93, os gaúchos não saíam de casa sem a espada na cintura. Essa situação durou até o princípio deste século. Uma vez, num aparte de tropa na Estância Grande, trabalho violento, entre os muitos vizinhos que […]

Cel Moisés Menezes Homenageado da Sesmaria da Poesia – Osório em 2013

18ª Quadra da Sesmaria em 28 de setembro na Câmara de Vereadores da cidade de Osório Noite de gala viveu a cultura gaúcha, no auditório da Câmara Municipal da cidade de Osório, no litoral gaúcho, por ocosião da 18ª Quadra da Sesmaria. Noite em que foi apresentado o tradicional concurso de poesias e declamações com […]

Contos do Livro Tupanciretã – tempo de (in)confidências

Publicado no jcb 218, Setembro de 2013. JOGO DO BIXO  Aqui o José Carlos coloca na cena o famoso Tio Adão, gaiteiro dos Buenos e especialista na famosa fezinha no jogo do bicho, quase uma ciência: – Já vai… Já vai… Diz a Tia Morena para o tio Adão e este, ansioso diz: – Apura […]

Cel Moisés Menezes do livro “ Tupaciretã – Tempo de (in)confidências

DOIS AMIGOS Eram amigos inseparáveis e adoravam uma pesca de jundiás no fim de semana. Certo sábado lá se foram, no fusca de um deles rumo ao Aguapé. Lá chegando, detonaram logo um litro de Jamel, prova daqui, prova dali, e a pescaria estava bem encaminhada já bem antes do final da tarde. De repente […]

Quem é o Cmt? Um causo do Cel Menezes

Publicado no jcb nº 215, de Maio de  2013 Já falei em um relato anterior da quantidade de oficiais que  Tupanciretã produziu, desde os convocados ou comissionados e mais modernamente, oficiais que as Academias, tanto das Forças Arma¬das com da Brigada Militar formaram. Esse relato é do tempo mais recente, envolve oficial formado pela Academia de […]

Parou… desceu Conto do Cel Menezes

O Moisés Silveira de Menezes, pesquisador, poeta, compositor nativista, contador de causos (sempre dos outros) tem urnas pas¬sagens homéricas. Sempre foi distraído, daí talvez o apelido “Mosca” que granjeou na infância em Tupanciretã. Achamos urna das boas distrações dele (entre tantas), quando freqüentava o Curso de Especialização em Bombeiros para Oficiais. O índio velho estava […]

Imagens

120x600 ad code [Inner pages]
Por Laboratorio Web