ACS/BM ou PM5

Comunicação social na BM

 

A história da comunicação social brigadiana nos enche de orgulho pela participação e desempenho da BM, na formulação desse conceito como doutrina, no cenário nacional das Forças Armadas. Foram os coronéis João Aldo Danesi e Jerônimo Carlos Santos Braga, o primeiro como capitão e o segundo como tenente – em início de carreira, os urdidores da ponta desse “iceberg” que começou como oficial de “Relações Públicas”, se consolidou como “Assuntos Civis” e se estruturou com gabinetes, seções, e centros de “Comunicação Social”.

Porém se nos informarmos das contribuições substanciais que estes dois brigadianos repassaram às Forças Armadas sobre estes conhecimentos e, compararmos hoje, como a aplicação estrutural destes conceitos se desenvolveu e retrocedeu na Brigada Militar, nos deparamos com o inacreditável. Enquanto em organizações das Forças Armadas, Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares há estrutura própria em plena atividade e com consumo intelectivo dos conceitos aplicados à atividade funcional dessas organizações, aqui na Brigada Militar se vive um retrocesso e um definhamento. Não há culpa ou intencionalidade dos homens e mulheres que atuam nesta área, ao contrário eles são heróis e se desdobram para atender a demanda. Esta é a nossa atual realidade, principalmente, dos dois últimos períodos governamentais.

Como prova da necessidade de ter a Brigada Militar uma estrutura de comunicação social maior do que ela tem, atualmente, é verificarmos que há 25 anos a estrutura central de comunicação social da BM era cinco vezes maior do que é hoje tanto em efetivo, como em meios e recursos. E ainda existia uma estrutura orgânica nos OPMs interligada ao órgão central como canal técnico. Houve um desgaste não só quantitativo mas também qualitativo.

A estrutura existente hoje é insuficiente para atender o gabinete do comando geral da corporação, pois falta “titulares”civis das funções de Relações Públicas, Jornalismo e Publicidade e Propaganda”. Vive-se hoje a política dos estagiários que se torna produtiva quando se tem os titulares. É histórica a competência dos policiais militares na comunicação social brigadiana para a área de cerimonial. E é nesse tipo de ação que a estrutura, consegue ainda com relativo brilho, um apogeu de atuar nos eventos que envolvam o comando geral, ou deste com o governador ou secretário da Justiça e Segurança e alguns eventos da Operação Golfinho.

Analisada a realidade e comprovada a necessidade estrutural, e até certo ponto conceitual, queremos reapresentar, discutir e propagar o sonho.  Queremos lembrar o saudoso jornalista Vitor Moraes, titular da assessoria de imprensa da antiga PM5, também do gabinete do comando geral da BM, onde atuou por décadas, morrendo no exercício dessa função. Queremos lembrar um servidor civil que, como os demais são brigadianos sem farda. Queremos lembrar alguém que comungava e era parceiro do sonho de ter a Brigada Militar um Centro de Comunicação social,  Centro como OPM, independente da Assessoria do comando geral, mas com ela interligada, bem como a todos os demais comandos da corporação. Houve por três ocasiões proposições nesse sentido que não conseguiram ser entendidas. Tanto não o foram, que a comunicação social parece tarefa que não precisa de especialista. E com isso, ou por outras circunstâncias, há uma desestruturação do conceito institucionalmente.

Há dignidade e empenho, zelo e interesse pelos atuais servidores militares e civis que atuam na área de comunicação social da Brigada Militar ou no comando. Não lhes cabe qualquer crítica pelo definhamento estrutural. Eles são servidores abnegados que, apesar das adversidades, conseguem a superação e buscam ter uma existência técnica produtiva à BM e a sociedade. Nossa digressão sobre a realidade, necessidade e sonho busca apenas servir como um elemento de reflexão sobre uma ferramenta importante para atuação no serviço policial que, ao invés de ser prescindida, possa ser otimizada pelos comandos.

 

Vanderlei Martins Pinheiro – TenCel

Jul 2006

Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks

Imagens

120x600 ad code [Inner pages]
Por Laboratorio Web